Movimento busca universidade pública para a Região Noroeste

Inspirados pelo desafio que os jovens da região têm para cursar o ensino médio devido às distâncias que têm que percorrer e pelo sucesso alcançado por outros movimentos, entre eles os que resultaram em universidades públicas na zona leste e Osasco, um movimento formado por profissionais da educação, educadores, lideranças populares e membros das pastorais sociais estão organizados para tentar trazer uma instituição de ensino superior para a região noroeste da cidade ou, no caso da Igreja, a Região Brasilândia.

O movimento começou em 2006 e ganhou força neste ano de 2010. No dia 20 de agosto, o Ministro da Educação, Fernando Haddad, deve estar presente na região para discutir a proposta. Na pauta do dia está uma reunião com Dom Milton e os representantes do movimento.

Para dar força à luta pela universidade, uma petição pública está sendo realizada. Para assiná-la, entre no blog do movimento e clique no link indicado: http://www.prouniversidadezonanoroeste.blogspot.com/

Entre os anos de 2002 e 2004, a Pastoral da Juventude da Região Brasilândia também levantou uma bandeira pela educação, com a necessidade da implantação de escolas técnicas na região. Após diversas etapas, entre elas reuniões com Prefeitura, Secretaria de Ciência e Tecnologia e o próprio Ministério da Educação, turmas de cursos técnicos foram implantadas no CEU Vila Atlântica e na EE Galdino Lopes Chagas. Posteriormente o Governo do Estado construiu duas escolas técnicas, uma no Jd. Paulistano e outra no Jaraguá.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s