E agora Gabi? (Capitulo 3)

capitulo 3

Capitulo3

E agora Gabi? (capitulo 3)

 Gente, sério… Toda essa situação já tá dando uma novela, isso porque vocês ainda não viram nada. Fiquei inquieta com todos estes problemas, como os meus pais trabalham muito e para completar só tenho dois irmãos mais novos que tomo conta durante a tarde, não tenho com quem compartilhar essas angustias. Estava muito ansiosa e não parava de olhar para o relógio, pois queria que a Sara chegasse logo. Deram 17h, 17:20h, 17:30h e nada da Sara aparecer, nenhuma noticia dela e dos outros. Para me distrair um pouco resolvi ligar a TV, no canal passava um tele jornal que estava cobrindo a enchente no bairro do Carlos, quando o jornalista estava para falar sobre a remoção das famílias… A luz não me acaba? Vê se pode! O pior é que isso acontece com freqüência, pois apesar de não sofrer com as enchentes, meu bairro tem toda a fiação elétrica feita à base do velho e bom “gato”, o que provoca sempre esses apagões. Com isso ficou praticamente impossível saber por que a sara não veio e me deixou ainda mais nervosa por não ter conseguido saber para onde removeram o Carlos. A luz só voltou depois de 3 horas e isso foi até “rápido” viu, pois o vizinho eletricista mexeu lá nos fios, se não…

Bom, nisso já eram 20:30h, minha mãe chegou em seguida, mas quando a procurei para conversar sobre o que estava acontecendo com os meus amigos, ela não quis me ouvir, mas também pudera, a coitadinha trabalha tanto… Dali a pouco o telefone toca, eu corri para atendê-lo:

— Alô, quem fala?

— Oi, aqui é a Lourdes mãe da Sara, diga para ela vir embora porque está ficando tarde e vocês têm aula amanhã.

— Mas a Sara não chegou aqui, achei até que ela não tivesse vindo.

— Como assim não chegou? Ai meu Deus o que aconteceu com a minha menina?

— Calma dona Lourdes não deve ter sido nada grave, vou pedir pra minha mãe para eu ir até ai ajudar a senhora a encontrá-la. Logo chego ai, mas calma viu!

Depois que falei com minha mãe, sai pra ir ao encontro de dona Lourdes, daí começamos a ligar para os amigos da escola, mas ninguém tinha noticias dela. No nervosismo nem me dei conta de que faltava ligar justamente para o Denis, quando liguei pra ele, ninguém atendeu. Nossa preocupação só aumentava, já estava ficando tarde, até que decidimos ligar para a polícia. Enquanto isso levei dona Lourdes para minha casa, achei que lá seria melhor para esperarmos. Quando chegamos, dei-lhe um copo d’água, sentei ao seu lado e comecei a pensar:

Se a luz não tivesse faltado saberia onde o Carlos está. Que droga a condição destas instalações elétricas, não? Será que isso vai ser irregular para sempre?

Duro ter que enfrentar tudo isso sozinha, minha mãe sempre cansada né! Por que será que ela tem que trabalhar tanto?

Mas o que mais me preocupa agora é a Sara, o que será que aconteceu com ela? E o Denis também não atendeu ao telefone! Poxa vida!

 Roteiro para o capitulo 3.

A partir da historinha que você acabou de ler, discuta no seu grupo as questões levantadas pela personagem.

(Depois de compartilhar as opiniões, leia o texto a seguir).

      Continuar uma caminhada sem fraquejar é quase impossível, mas no caso da Gabi isso ainda é pior por ela está enfrentando tudo isso até agora sozinha. Sua trajetória esta num momento de muitas incertezas, sobretudo quanto ao desaparecimento de seus amigos. É justamente nestes momentos que nos damos conta da importância das pessoas ao nosso redor e em outras coisas que nos são banais no dia a dia, como por exemplo, a falta de luz que gerou um problemão. Este e outros problemas poderiam ser evitados se a nossa realidade fosse outra, porém nós, e a Gabi, vivemos nesta, então começar por questionar os problemas é um grande passo para mudarmos a realidade. Mas qual é essa outra realidade possível?

E se mudarmos para pior? Para que haja mudanças precisamos ter clareza do que queremos mudar e como mudar. Vamos ajudar a Gabi porque sozinho não dá.

Leitura de iluminação.

Lucas cap. 4, 14 – 21.

Como a passagem do evangelho pode ser associada à reflexão da conversão comunitária integrada com as mudanças sociais que queremos?

Sugestão de musica: “Utopia” (Zé Vicente)
Sugestão de poema: Aos que viram depois de nós. (Bertolt Brecht).

Proposta de construção de um mosaico.
Nossa historinha será dividia em 6 capítulos. Cada capítulo trabalhado formará uma letra de um grande mosaico.

Para este encontro peça para cada membro do grupo escrever, desenhar, etc., numa folha de sufite, algo que reflita tudo o que foi trabalhado. Depois juntem todas as folhas e formem a terceira letra do mosaico que será a letra “S”.

(história criada pelo GT “A Juventude Quer Viver”
Arquidiocese de São Paulo)

Acompanhem nosso blog, e aguardem os próximos capítulos desta história de juventude!
Para ver o primeiro capítulo desta história clique
 aqui.
Para ver o segundo capítulo desta história clique aqui.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s